sábado, 25 de fevereiro de 2012

O bom de amar


Penso que a capacidade para amar desenvolve-se de várias causas sentidas como boas e valiosas desde nossa infância.  Por termos nos sentido amados e amorosos, transferimos mais tarde na vida às nossas relações com as pessoas, o que é muito importante; mas também ao nosso trabalho e a tudo pelo que sentimos que vale a pena lutar. E é disso que advém a satisfação de viver, já que conseguimos usufruir verdadeiramente das coisas e das pessoas, o que também enriquece nossa personalidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário