sábado, 20 de outubro de 2012

Juntos



A questão das pessoas se separarem fisicamente,
não é garantia que a separação mental será evitada.
Há áreas de compreensão e comunicação além do físico,
onde as ideias circulam de mente a mente,
mesmo que à distância.
A natureza de certos fenômenos psíquicos tais quais:
pensamentos,
ideias
e desejos,
são basicamente de energias vivas,
vivenciais
e mutantes,
e portanto se movimentam,
tanto dentro
como fora da mente.
Os afetos podem ser libertados,
escapados de dentro da mente
e procurarem por "alguém"
a quem se tem um apego especial,
"alguém" a quem a gente não quer deixar ir embora,
simplesmente porque o ama.
E se esse "alguém" demonstrar a mesma vontade de ficar perto
e de querer ir de encontro a esse encontro,
porque também ama,
então vai ser criado um campo magnético de forças psíquicas
na mesma direção,
onde eles se puxam,
se relembram,
se pensam,
se seduzem,
insistindo na sintonia de sinais,
no rastreamento de percepções
no reencontro
e na localização um do outro,
numa movimentação que ocorre o tempo todo
e que é baseada na crença que nutrem sobre eles
e de como eles eram.
E assim,
eles estão sempre juntos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário