domingo, 18 de novembro de 2012




Penso ser importante que uma pessoa venha a conhecer a extensão completa de sua capacidedade de ódio.
Muitas pessoas vivem no mundo temerosas de perder a cabeça,
receosas do que poderia acontecer se se enraivecessem ao máximo,
frente à alguma situação do cotidiano.
É uma pena que isso nunca tenha sido comprovado de modo adequado em sua vida,
e que continue permanecendo um mistério, um motivo de medo e de fantasias por parte da pessoa.
Uma pessoa colérica é uma pessoa autêntica.
Ela não deveria ter medo de sua raiva,
de sentir-se perigosa ou
 de imaginar que o simples uso da agressividade pode ferir e magoar tão facilmente as pessoas.
Muito do futuro do sujeito na vida vai depender da maneira como o mundo foi-lhe apresentado na infância,
especialmente pelos seus pais.





Nenhum comentário:

Postar um comentário