sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Tanto, Tanto....


Eu não poderia deixar de dizer-te a mesma coisa, benzinho...


Eu te amo tanto, mas por que eu te amo eu nunca sei



Nenhum comentário:

Postar um comentário